Ansiedade

A ansiedade é um problema transversal que tem obrigado as organizações a repensarem a sua metodologia de trabalho

A ansiedade é uma emoção caracterizada por sentimentos de tensão, pensamentos de preocupação e alterações físicas, como o aumento da pressão arterial. Pode surgir em resposta a uma ameaça real ou a uma expectativa de ameaça futura, neste caso a ansiedade é a resposta biológica adequada para salvaguardar a integridade da pessoa. No entanto, quando experienciada regularmente, poderá tornar-se numa perturbação de ansiedade efetiva. Pessoas com este tipo de perturbações tendem a ter pensamentos intrusivos, preocupação excessiva, evitamento e apresentam sintomas físicos tais como suores, tremores, tonturas e/ou batimento cardíaco acelerado. Consoante os sintomas, as perturbações de ansiedade podem dividir-se em: perturbação de ansiedade generalizadaperturbação de pânicoperturbações fóbicasperturbação obsessivo-compulsiva e perturbação de stress pós-traumático

Empresário / trabalhador atolado de trabalho na sua secretária e com expressão de pânico e ansiedade

Impacto na Organização

Globalmente, estima-se que mais de 264 milhões de pessoas sejam afetadas por distúrbios de ansiedade e este número está a aumentar. A prevalência destas perturbações em Portugal é de 25,8%. A OMS classifica as perturbações de ansiedade como o sexto maior contribuinte global para a perda de saúde não fatal. Sabe-se que a ansiedade afeta negativamente a concentração, aumentando a probabilidade da ocorrência de erros e emoções negativas. Por isso, é importante que as organizações apostem em iniciativas que visem otimizar o bem-estar físico e psicológico de todos os colaboradores. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *